Blog do ImobNuvem


Imóvel se adapta ao etilo do proprietário

Por muito tempo o setor imobiliário mantem uma linha padronizada de projetos arquitetônicos, oferecendo aos consumidores apartamentos com plantas fechadas e pouco flexíveis, em uma estrutura já pré-estabelecida. Os consumidores que desejam uma configuração diferenciada, precisam se adaptar aos padrões de engenharia e ao estilo oferecido pelas incorporadoras.




Mesmo partindo para reformas ou aos inconvenientes de quebras de paredes, geralmente permanecem colunas e vigas no meio da sala, ou janelas diferentes em um mesmo ambiente. Além disso, existem as limitações, como para quem quiser ser arrojado e instalar uma ofurô no quintal. Nesta proposta, seria inconcebível para um apartamento de 70m2, por exemplo.




Uma construtora em Itajaí vai à linha contrária à das plantas convencionais. O conceito de ArquiteturAberta MaxHaus permite que o produto se adapte às necessidades do consumidor. Cada apartamento é diferente, único, e possibilita a transformação dos espaços de forma rápida, prática e customizada. A inteligência aplicada ao projeto arquitetônico gera essa liberdade ao cliente, sem os inconvenientes de alterar uma planta comum. Não há como prever o que acontecerá daqui a alguns anos na vida de uma pessoa. Ela pode casar, se separar, ter filhos. E, por este motivo, a ArquiteturAberta gera a flexibilidade de alterar a Haus conforme o seus desejos ou necessidades explica o presidente da MaxCasa, José Paim de Andrade. 




O comprador recebe um espaço de 70 metros quadrados totalmente em branco, sem divisórias. A partir daí, cada um pode exercitar sua criatividade. É possível, por exemplo, escolher o número de cômodos e o espaço interno; tirar ou colocar paredes; criar novos ambientes, escolher ter um ou dois banheiros. E essas modificações podem ser feitas não somente durante a compra, mas ao longo da vida, quantas vezes forem necessárias. (Fonte: Diário Catarinense) 




 


Gestão imobiliária - Experimente o melhor programa para gerenciar sua imobiliária